© 2016 by Revista TU

GABRIELLA EGGLESOS

“O que você quer de Natal, Gabriella? O que você pediu para o Papai Noel?” - pensativa, não me respondeu, não sabia o que dizer. Talvez estivesse muito cedo e não tivesse pensado no assunto ainda, talvez presentes materiais não façam a cabeça da Gabi, talvez ela simplesmente não se importe. Ela olhou para a janela, a luz do sol já entrava pela fresta, iluminava o jovem rosto, de apenas dezoito anos. Alguém comentou alguma besteira e ela perdeu a concentração na resposta que ainda buscava, então o riso veio, e junto, trouxe duas covinhas, estrategicamente colocadas nas bochechas. “Eu gosto das minhas covinhas”, confessou. Gostamos. Gabriella ganhou seu presente recentemente, um irmãozinho, o Gabriel, que tem pouco mais de três meses e sempre está estrelando os stories da moça, no Instagram. Agora são dois irmãos, pois já tinha o Arthur, de dois anos. Segundo ela, rolou um ciúmes por parte do Arthur, mas nada de anormal. O amor não será dividido e sim, dobrado.

 

Como todo os jovens de dezoito anos no Brasil, Gabi encontra-se naquele momento em que tem que decidir o que pretende ser pro resto da vida. Não é fácil para ninguém e não tem sido para ela: “quero ser modelo e atriz, mas se nada der certo, tentarei a carreira de psicóloga”, pondera e depois assume: “tô confusa demais”. Dúvidas ela não teve quando questionada que tipo de música gostaria de ouvir enquanto estava sendo fotografada: “nada de sertanejo, forró, essas coisas…”. O ensaio fluiu tranquilamente, dizia estar tímida antes de começar, mas não demonstrou isso em momento algum. Moça de riso autêntico, delicada, porém desastrada. Gabriella é daquelas que, se você receber em casa, tem que tirar de perto os objetos frágeis: tropeçou duas vezes no tapete, uma vez esbarrou na árvore de Natal e se enrolou nas luzes natalinas. E assumiu, sorrindo, como se precisasse: “sou muito desastrada!”. E é ansiosa! Acabou o ensaio e já pediu para ver todas as fotos, fotografou com o celular algumas da tela de LCD das câmeras, quis ver os vídeos de making of e também os filmou com o celular, diretamente do monitor do computador. “Depois vocês me mandam todas as fotos?”. Sim! Mandamos todas. “Tô ansiosa pra ver o que você vai falar de mim!”. Tá aqui, agora pode ler e ver as fotos. E depois comentou, sobre o ensaio: “foi bom demais pra mim, me senti super à vontade, me diverti bastante!”. Nós também.

 

Ela nasceu e sempre morou em Santos, é leonina. “Adoro essas coisas de signos”, contou animada e depois disse que além de ser atriz ou modelo, imagina-se de bem com a vida daqui a dez anos, com saúde, tendo feito algumas viagens e com uma filha. Sem companheiro? Respondeu no ato: “Com! Com companheiro ao lado!”. Sempre igual e não deseja o mal, Dorival Caymmi já tinha descrito ela, só faltou a tranquilidade e o pouco desastrada. “Saúde, paz e amor, o resto, a gente conquista”, esse é o presente pedido de Natal, ela me respondeu depois. Pois é, ama o natural, como disse Dorival. Gabriella, sempre Gabriella.