bg_comeui.png
TU COMEU I
SÍTIO 17
SANTOS/SP

Existem bares e restaurantes que você quando vai a primeira vez, fica pensando porque demorou tanto tempo para ir conhecer o lugar. Neste texto, eu vou falar exatamente de um restaurante que se encaixa perfeitamente nesta situação. Pois, apesar de existir desde 2018, eu nunca tinha ido visitar o Sítio 17. E não foi por falta de motivos, pois ele fica muito próximo à minha casa, sempre  ouvi falarem bem e a história dos donos do restaurante quando se fala de gastronomia só certificam que o serviço é de qualidade. E mesmo com tantos motivos, eu só fui visitar o restaurante agora, quando comecei a voltar a sair de casa depois de meses de isolamento em casa. E que pena demorar tanto tempo para conhecer o Sítio.

Mas vamos falar sobre como foi a nossa experiência. O restaurante fica localizado no Canal 7, em uma casa bem grande (típica da Ponta da Praia), com uma decoração que mistura rústico com moderno. Também tem um quintal bem gostoso no fundo, mas no dia que fomos as mesas lá fora estavam ocupadas. Então, ficamos na parte de dentro, onde pudemos assistir a equipe trabalhando na cozinha. Em nossa mesa, ao invés de um menu de papel, havia um tablet onde podíamos escolher os pratos (todos com fotos) e fazer o pedido ali mesmo. Entre as diversas opções que encheram nossos olhos, escolhemos duas entradas: Peixe Fresco do Barco e Charutos de Camarão. O primeiro é uma porção bem servida de pescada empanada, acompanhada de um mix de batatas fininhas e crocantes e um delicioso molho tártaro. Muito bom! E o segundo é uma espécie de rolinho primavera de camarões puxados na manteiga de garrafa, leite de coco, manjericão e curry. Bem asiático. E com um molho bem gostosinho para acompanhar e dar aquela tchutchada. Depois dessas entradas excelentes, fomos para o prato principal. E as opções são vastas. Entre massas, risotos e opções que unem a cultura caiçara com a comida caipira, decidimos dividir uma chapa Mar e Campo, que vai bem ao encontro do lema do restaurante: “onde o mar e o campo se encontram”. Pois nela é servido um polvo grelhado ao molho defumado de ervas, acompanhado de batatas bolinha e uma linguiça artesanal feita pela casa. Hum! Eu sou suspeito de falar, pois adoro polvo, mas sei que não é qualquer um que faz um bem feito, e este estava um espetáculo, combinando perfeitamente com a linguiça. Excelente! E para fechar com chave de ouro, pedimos um Pote do Sítio de sobremesa. Assumo que quando o garçom chegou na mesa com um pote gigante com sorvete de nata, calda de caramelo, chantilly, suspiros, calda de amora e crocante de bacon, eu fiquei assustado. Achei que tinha exagerado, mas a sobremesa é bem leve, e como dividimos eu e minha esposa, ficou bem na medida para nós dois.

E esta foi a minha primeira experiência, que de tão boa, não deu uma semana, já estava lá novamente para apresentar o restaurante aos meus pais. E creio que precisarei de muitas outras visitas para conhecer os outros pratos, além do mercadinho com pães, bolos e cafés, dignos de um sítio de verdade. Vale a pena visitar, várias vezes!

  • Instagram
Chapa Mar e Campo
press to zoom
Pote do Sítio
press to zoom
1/1